Resenha - Divergente


Divergente, primeiro livro da trilogia, escrito por Veronica Roth, publicado pela editora Rocco no Brasil, um grande sucesso de vendas.  Veronica é uma autora de sucesso nos Estados Unidos, alcançando o primeiro lugar na lista de mais vendidos do New York Times, com este primeiro livro da trilogia.




Retirado do site depoisdevoar.com






















Divergente, primeiro livro da trilogia, escrito por Veronica Roth, publicado pela editora Rocco no Brasil, um grande sucesso de vendas.  Veronica é uma autora de sucesso nos Estados Unidos, alcançando o primeiro lugar na lista de mais vendidos do New York Times, com este primeiro livro da trilogia.

Em Divergente, temos a história de Beatrice, uma jovem de 16 anos que tem sua vida mudada da noite para o dia. Ela vive em uma Chicago futurista, um pouco incomum, a sociedade é dividida em facções, são elas: Abnegação, Franqueza, Audácia, Amizade e Erudição. Cada uma delas recebe este nome justamente por ser responsável pelo respectivo setor da comunidade que tem domínio.

Beatrice é uma garota que nasceu e cresceu na Abnegação, aos 16 anos, tem que se submeter ao teste de aptidão, que revelará a qual facção devera pertencer, e de acordo com os resultados das suas simulações - apesar de excelentes - elas não foram respondidas conforme o previsto, determinando assim que ela é uma divergente. Agora a jovem terá que decidir se permanece na facção de sua família ou se vai atrás do grupo que mais se assemelha ao seu perfil. Sua escolha surpreende a todos e a ela própria, contudo Beatrice irá perceber que existem muito mais coisas além de uma sociedade aparentemente perfeita que lhe foi apresentada ao longo de sua vida.

Um livro emocionante, te surpreende do começo ao fim, leitura fácil, porém difícil de deixar de lado. Recomendo! 

Resenha por: Elisa Rampazo
Editora: Rocco
Share on Google Plus