Resenha - O Cirurgião


Catherine Cordell é uma cirurgiã cardíaca, cuja autoestima não consegue afastar medos e demônios pessoais que a perseguem há algum tempo. Anos atrás, na Geórgia, Catherine foi a única sobrevivente da obsessão de um serial killer cruel e impiedoso. Apenas a certeza de que ele está morto permite que suas noites de sono sejam tranquilas em seu novo lar, na cidade de Boston. Contudo, quando três mulheres aparecem mortas e os métodos usados pelo assassino conferem com o ataque sofrido pela médica no passado, ela parece ser a única pessoa capaz de identificá-lo.

Esse livro é para que gosta ou se interessa pelo mundo médico e policial. Com uma narrativa que já começa com a narração de um serial killer, “O Cirurgião”, de Tess Gerritsen, te prende até as últimas páginas, com vários termos médicos e policiais, e personagens estranhos e ao mesmo tempo cativantes, a autora nos faz repensar em todos os cuidados que temos diariamente, como simplesmente aceitar um copo de água de um estranho. Ainda estou lendo o segundo livro da série, mas muitos falam que este assassino é o um dos mais cruéis e nojentos de todos a literatura, e chegaram até a compara-ló com Hannibal Lecter, e particularmente, ele me fez ficar bastante interessada na área de psiquiatria.


Para quem se interessou, uma má notícia: procurei em todas as livrarias da minha cidade e não achei nenhum livro da autora, só vende pela internet e o preço é meio alto, mas para quem gosta há vários sites em que a disponível para baixar. E ainda para quem gosta de séries, a série Rizzoli&Isles produzida pela TNT é baseada nesses livros, e apesar das diferenças, tem muito potencial.

Resenha por: Ana Luiza Leite
Editora: Record
Share on Google Plus