RESENHA - POR LUGARES INCRIVEIS.

Livro: Por lugares incríveis.
Autor (a): Jennifer Niven.
Páginas: 335.
Editora: Seguinte.


DOIS JOVENS PRESTES A ESCOLHER A MORTE DESPERTAM UM NO OUTRO A VONTADE DE VIVER.

‘’ Ah não, mais um livro de drama adolescente. ‘’

Se você pensou assim saiba que não foi o único, mas Niven conquista o leitor desde a primeira página do livro, uma história incrível que mistura a felicidade e a tristeza de uma forma linda e surpreendente.
Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, Violet se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e essa dupla improvável se une para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.
O livro apesar de abordar um tema tão pesado, e permito-me dizer mórbido, Jennifer Niven consegue levar o leitor a momentos de pura felicidade com ele, sabe quando você sorri de verdade para um livro? Quando você diz ‘’ Isso! É assim mesmo! ‘’ ou quando todos ao seu redor ficam surpresos quando você solta aquela gargalhada gostosa lendo? Esse livro tem muitos trechos que te levam ao êxtase. Porém ao mesmo tempo aborda a tristeza dos personagens de uma maneira muito singela, que você não sabe o que os protagonistas podem fazer em seguida. A relação dos dois com as pessoas que estão ao redor deles é outro fator que me cativou, é tão importante esse livro ser passado adiante, pois ele conta como a família e os amigos podem contribuir no desenvolvimento pessoal do personagem. Apesar dos personagens secundários não aparecerem tanto, conseguimos perceber a importância de cada um deles na história de Finch e Violet, e como os protagonistas são tão envolventes, nem sentimos falta de mais personagens, para mim, Violet e Theodore preencheram todas as lacunas. Demorei uma semana para fazer a resenha desse livro, simplesmente porque não tinha, ou ainda não tenho palavras que possam descrever a perfeição dessa obra da Jennifer Niven. E não só devo agradecer a ela, mas também a editora Seguinte pelo cuidado e acabamento do livro, que não só me conquistou pelas palavras, mas também por sua estética, um livro lindo que agora, meu caro leitor, eu acho consigo descrever esse livro por completo em apenas uma palavra: Adorável.
Quando você abrir esse livro tenha apenas uma coisa em sua mente: ‘’ A cadencia do sofrimento começou. ‘’ – Cesare Pavese.
Eu
estou
em
pedaços.

Esse livro entrou para o meu Top três de livros preferidos, e recomendo a todas as pessoas. Sério, na primeira oportunidade leiam: Por lugares incríveis. 

‘’ Eu visitei esse livro e aqui deixo a minha gratidão. ‘’

Resenha: Alan Nascimento.
Share on Google Plus