RESENHA - OS MAGOS



Livro: Os Magos
Série: Os Magos
Autor (a): Lev Grossman
Páginas: 455
Editora: Amarilys






Olá viciados, hoje irei fazer a resenha do livro ‘’ Os Magos ‘’ de Lev Grossman, um livro polêmico que corajosamente a editora Amarilys trouxe para o Brasil. O livro é dividido em 4 partes (O que particularmente eu adorei) e é uma leitura gostosa, que deixa você sempre querendo saber o que vai acontecer a seguir.
Na primeira parte você conhece Quentin Coldwater: um gênio precoce às vésperas de entrar na faculdade. Como a maioria das pessoas, Quentin acreditava que a magia não era algo real. Acreditava. Tudo muda quando ele é surpreendentemente admitido em uma universidade – muito antiga, muito secreta, muito exclusiva – de estudos mágicos, ao norte de Nova York. Após se esgueirar por um terreno baldio do Brooklyn na tarde de inverno em que deveria ter feito sua entrevista para entrar em Princeton, Quentin se vê, em pleno verão, no idílico campus da misteriosa Brakebills. Ali – não antes de um difícil e cansativo exame de admissão –, ele dá início a uma extensa e rigorosa iniciação ao universo acadêmico da feitiçaria moderna; ao mesmo tempo, descobre também os princípios boêmios da vida universitária: amizades, amores, sexo e álcool. Um vislumbre da vida adulta? Os anos de estudo passam rápido, mas algo não se encaixa. Mesmo aprendendo a praticar feitiços, transformar-se em animais e ganhar poderes que jamais imaginou existir, a magia não preenche o vazio que, no fundo, Quentin sempre sentiu.
Na segunda parte do livro logo após a formatura, ele e seus amigos passam a dividir um apartamento no coração de Manhattan. Dinheiro não é problema, e eles embarcam num estilo de vida hedonista e sem propósito, pontuado por crises existenciais.
Na terceira parte do livro, uma incrível descoberta, no entanto, lança-os num projeto ambicioso, uma jornada mágica que pode ser a resposta aos anseios de Quentin.
E o livro acaba quando essa expedição torna-se muito mais sombria e perigosa do que qualquer um poderia imaginar. O sonho de infância revela-se um pesadelo que esconde uma terrível verdade.
Engraçado, irônico e deliciosamente inventivo, Os Magos, além de um verdadeiro romance de formação, é um épico de magia e exploração de outros mundos que expande os limites da ficção fantástica feita até aqui. Ao imaginar a magia como algo presente no mundo real, praticada por pessoas reais – com seus caprichos, emoções e desejos volúveis –, Lev Grossman presta tributo ao fantástico presente nas histórias de C.S. Lewis, T.H. White, Neil Gaiman e J.K. Rowling, mas constrói também seu próprio universo original, no qual a fronteira entre o bem e o mal não é exatamente tão clara, amor e sexo não são nada simples ou inocentes e conhecimento e poder têm um preço alto demais.
Pense em uma Fanfic bem elaborada da maioria dos livros de Fantasia que conhecemos como Nárnia, Harry Potter, Percy Jackson entre outros e você terá o livro Os Magos. Confesso que quando comecei a ler fiquei meio com um pé atrás com a história pois já havia lido a maioria desses livros de fantasia e me encontrei pegando detalhes desses livros no livro do Grossman, mas as semelhanças acabam quando o autor começa a desenvolver sua própria linguagem, uma forma adulta de construir seu próprio mundo e seus próprios personagens, o protagonista Quentin é um garoto infeliz e em nenhum momento é descrito como o herói da história, muito pelo contrário, ele é um personagem cheio de defeitos e isso acaba aproximando o leitor a ele, querendo que em algum momento do livro ele seja plenamente feliz.
O leitor fica esperando ansiosamente para que algo fantástico aconteça, a história se passa rápido demais e quando acaba te pega como um soco na barriga. O que mais impressiona nesse livro é a paixão de Quentin por Fillory, uma série de livros que mostram um mundo fantástico, onde sempre tem uma aventura nova. Quentin sempre soube que o seu lugar não era no mundo real, mas ele aprende que sonhar, viver e crescer não é fácil, nem nesse mundo e muito menos em outros.
Eu não recomendo Os Magos para pessoas menores de dezoito anos, achei a história bem pesada em certos pontos e certamente não deveria ser lida por adolescentes. O único ponto negativo da história é que o autor demora demais para desenvolver a história e os personagens e algumas coisas no livro não são tão bem exploradas como deveriam.
Se você ler o livro sem ficar comparando com outras obras, será um dos melhores livros que você já leu na sua vida, mas a comparação pode estragar sua leitura. O livro tem continuação e em breve faremos resenha do próximo livro dessa série, eu particularmente me apaixonei pelo personagem principal e pelo modo adulto como o autor escreve, uma maneira única e esplêndida de ver a vida. O livro '' Os Magos '' também ganhará uma série de TV pelo canal SyFy, confira a seguir o trailer:







Share on Google Plus