RESENHA - AS VANTAGENS DE SER INVISIVEL.

Livro: As vantagens de ser invisível.
Autor (a): Stephen Chbosky
Páginas: 224
Editora: Rocco




Olá viciados, hoje irei fazer a resenha do livro ‘’ As vantagens de ser invisível ‘’ de Stephen Chbosky, como eu amo esse livro, também irei deixar algumas das minhas frases/trechos favoritos.  Ao mesmo tempo engraçado e atordoante, As vantagens de ser invisível reúne as cartas de Charlie, um adolescente de quem pouco se sabe - a não ser pelo que ele conta nessas correspondências -, que vive entre a apatia e o entusiasmo, tateando territórios inexplorados, encurralado entre o desejo de viver a própria vida e ao mesmo tempo fugir dela.

As dificuldades do ambiente escolar, muitas vezes ameaçador, as descobertas dos primeiros encontros amorosos, os dramas familiares, as festas alucinantes e a eterna vontade de se sentir “infinito” ao lado dos amigos são temas que enchem de alegria e angústia a cabeça do protagonista em fase de amadurecimento. Stephen Chbosky capta com emoção esse vaivém dos sentidos e dos sentimentos e constrói uma narrativa vigorosa costurada pelas cartas de Charlie endereçadas a um amigo que não se sabe se real ou imaginário. Na verdade eu senti que essas cartas do Charlie foram feitas exatamente para o leitor, seja ele quem for, o que torna o livro ainda muito mais lindo.

Íntimas, hilariantes, às vezes devastadoras, as cartas mostram um jovem em confronto com a sua própria história presente e futura, ora como um personagem invisível à espreita por trás das cortinas, ora como o protagonista que tem que assumir seu papel no palco da vida. Um jovem que não se sabe quem é ou onde mora. Mas que poderia ser qualquer um, em qualquer lugar do mundo.
Uma leitura rápida e apaixonante, apesar de ser um livro adolescente, podemos sentir a profundidade dos sentimentos do personagem, a forma como o autor descreve as aflições e realizações do dia-a-dia do jovem Charlie, faz com que a gente se identifique com o livro, porque são situações pelas quais muitos passaram ou ainda vão passar. Nesse livro Stephen mostra como o passado pode formar a personalidade de um jovem.
Eu sou muito suspeito para falar desse livro porque é o meu favorito, esse foi o livro que eu li com mais desejo e vontade de saber cada detalhe do personagem e da sua vida, e ao mesmo tempo foi um livro que fez refletir sobre mim mesmo, sobre quem eu sou, sobre quem eu gostaria de me tornar. É um livro que faz você refletir sobre as suas atitudes. Agora vou deixar algumas frases do livro para vocês: 

Não há nada como a respiração profunda depois de dar uma gargalhada. Nada no mundo se compara à barriga dolorida pelas razões certas.
2º Então, esta é a minha vida. E quero que você saiba que sou feliz e triste ao mesmo tempo, e ainda estou tentando entender como posso ser assim.
3º — Posso fazer uma pergunta?
— Sim, Charlie.
— Porque as pessoas legais escolhem amar as pessoas erradas?
Silêncio.
— Bem… Nós aceitamos o amor que achamos merecer.
4º Eu não quero ser a paixonite de ninguém. Se alguém gosta de mim, eu quero que goste de mim de verdade, e não pelo que pensam que eu sou. E não quero que carreguem isso preso por dentro. Quero que mostrem para mim, para que eu possa sentir também.
 Eu sei que tem pessoas que dizem que essas coisas não acontecem, e que isso serão apenas histórias um dia. Mas agora nós estamos vivos. E nesse momento, eu juro. Nós somos infinitos.

Eu recomendo que todos leiam esse livro, pois assim como Charlie, eu me sinto infinito.

Resenha: Alan Nascimento.

Share on Google Plus