RESENHA - RADIANTE



Livro: Radiante 
Série: Riley Bloom
Autora: Alyson Nöel
Páginas: 184

Editora: Intrínseca

Sinopse: Riley Blomm, a irmã caçula de Ever, da série Os imortais, é a heroína da nova série de Alyson Noël. Em Radiante, após o acidente que a matou, Riley deixou sua irmã no mundo que conhecemos e atravessou a ponte da vida até Aqui, onde o tempo é sempre Agora. Riley reencontrou os pais, também vítimas do desastre, e Buttercup, o cão da família. Ela então foi chamada perante o Conselho e um segredo lhe foi revelado: a pós-vida não significa simplesmente uma eternidade de lazer. Riley tem tarefas a realizar. Ela é designada como Apanhadora de Almas, e Bodhi, um garoto diferente, que ela não consegue decifrar muito bem, é seu guia. Riley, Bodhi e Buttercup voltam à Terra para sua primeira tarefa: fazer o Menino Radiante, que há anos assombra um castelo na Inglaterra, atravessar a ponte. Muitos Apanhadores de Almas já tentaram convencê-lo e não obtiveram sucesso. Mas isso foi antes que o menino conhecesse Riley... 




Radiante é o primeiro livro da série Riley Bloom, e se trata de um spin-off (refere-se a algo que foi derivado de outra coisa anterior àquela, neste caso a série Os Imortais). Com ela conferimos as aventuras de Riley, a irmão de 12 anos de Ever, que infelizmente morreu e agora vive no Aqui & Agora, e tem que se adaptar ao mundo do além.
O livro tem uma história simples, e bem desenvolvida para a pouca quantidade de páginas. Mas achei que o livro poderia ser mais "grossinho". Eu fiquei bem ansiosa para ver o paralelo entre a estória de Riley no além com a de Ever no plano terreno. Ou seja: o momento em que Riley iria aparecer para Ever, pois em Os Imortais, Riley faz aparições importantes na estória. Mas o livro segue um caminho diferente, com a jornada de Riley com maior destaque, e este detalhe em segundo plano, o que de certa forma foi melhor, pois o enfoque do livro é a Riley e não a irmã.
A história em si ficou bem bacana, e o fato de a Riley ter se tornado um Apanhadora de Almas, vai tornar os próximos livros bem interessantes, e com um estilo um pouco diferente dos da série Os Imortais, o que é bem legal. Os personagens não são muitos até o momento, com destaque para Bodhi, que é o guia da garota nesta missão, de apanhar almas. Eu não gostei muito dele, mas com certeza ele será um personagem que nos surpreenderá futuramente. E, claro, Buttercup (uma fofura). É muito engraçado ver como reage sendo um fantasma. Outro detalhe bacana é a narrativa de Alyson Nöel, que como sempre está muito boa e envolvente.
Gostei bastante do fato de a Editora Intrinseca ter mantido a capa original (que é linda), e a diagramação está ótima. O livro tem alguns erros de revisão, mas nada grotesco, que atrapalhe a leitura.  Eu apenas dei 3 corações para o livro, devido às poucas páginas do livro. Mas fora isto, para quem leu Os Imortais (como eu), e gostou (como eu), Radiante é uma boa pedida para não sentir saudades.

Share on Google Plus