DICA DE LIVROS.

Fizemos uma pequena seleção de livros segundo alguns deuses olimpianos, caso você já tenha lido algum deles deixe seu comentário abaixo contando como foi a sua leitura.


  Apolo  

(Ed Sheeran: Uma Jornada Visual)
 

Sinopse: O mais completo relato da carreira de um dos maiores nomes da música pop da atualidade

O cantor Ed Sheeran se juntou a Phillip Butah, artista visual e seu amigo de infância, para criar um livro original e verdadeiramente pessoal, conduzindo o leitor pelo seu universo criativo e particular.
Com muito esforço, Ed Sheeran percorreu um longo caminho até sua consagração como cantor e compositor. Acompanhando de perto esse processo, Phillip Butah manteve uma relação de profunda amizade e cumplicidade com Ed e toda sua família, documentando em ilustrações o crescimento pessoal e profissional do músico.
Repleto de histórias que apresentam os bastidores de seu processo de criação e de sua trajetória para alcançar o sucesso, além de fotografias e ilustrações dos principais momentos da vida do cantor, Ed Sheeran: Uma jornada visual é leitura obrigatória para os fãs de um dos maiores nomes da música pop da atualidade.




Afrodite 

(A Seleção)

Sinopse: Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China, e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças entre dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha. Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer. E viver em um palácio sob a ameaça constante de ataques rebeldes. Então America conhece pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma — e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar.





 POSEIDON

(A Sereia)

Sinopse: Kahlen é uma sereia, e sua voz é fatal. Seu dever é servir o Oceano, atraindo humanos para a morte nas águas. Akinli é humano — um garoto belo e gentil que é tudo que Kahlen sempre sonhou. O amor coloca os dois em perigo… mas Kahlen não consegue se distanciar. Será que ela vai arriscar tudo para seguir seu coração?




HERMES 




(A menina que roubava livros)

Sinopse: Quando a Morte conta uma história,
você deve parar para ler.
A trajetória de Liesel Meminger é contada por uma narradora mórbida, porém surpreendentemente simpática. Ao perceber que a pequena ladra de livros lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. Traços de uma sobrevivente: a mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los em troca de dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. Essa obra, que ela ainda não sabe ler, é seu único vínculo com a família.
Assombrada por pesadelos, ela compensa o medo e a solidão das noites com a cumplicidade do pai adotivo, um pintor de parede bonachão que a ensina a ler. Em tempos de livros incendiados, o gosto de roubá-los deu à menina uma alcunha e uma ocupação; a sede de conhecimento deu-lhe um propósito.
A vida na rua Himmel é a pseudorrealidade criada em torno do culto a Hitler na Segunda Guerra. Ela assiste à eufórica celebração do aniversário do Führer pela vizinhança. Teme a dona da loja da esquina, colaboradora do Terceiro Reich. Faz amizade com um garoto obrigado a integrar a Juventude Hitlerista. E ajuda o pai a esconder no porão um jovem judeu que escreve livros artesanais para contar a sua parte naquela história. A Morte, perplexa diante da violência humana, dá um tom leve e divertido à narrativa desse duro confronto entre a infância perdida e a crueldade do mundo adulto, um sucesso absoluto — e raro — de crítica e público.





HADES


 (Cartas de Amor aos Mortos)

Sinopse: Tudo começa com uma tarefa para a escola: escrever uma carta para alguém que já morreu. Logo o caderno de Laurel está repleto de mensagens para Kurt Cobain, Janis Joplin, Amy Winehouse, Heath Ledger, Judy Garland, Elizabeth Bishop… apesar de ela jamais entregá-las à professora. Nessas cartas, ela analisa a história de cada uma dessas personalidades e tenta desvendar os mistérios que envolvem suas mortes. Ao mesmo tempo, conta sobre sua própria vida, como as amizades no novo colégio e seu primeiro amor: um garoto misterioso chamado Sky.
Mas Laurel não pode escapar de seu passado. Só quando ela escrever a verdade sobre o que se passou com ela e com a irmã é que poderá aceitar o que aconteceu e perdoar May e a si mesma. E só quando enxergar a irmã como realmente era — encantadora e incrível, mas imperfeita como qualquer um — é que poderá seguir em frente e descobrir seu próprio caminho.


Deixe sua sugestão abaixo!!! Até a próxima.
 
Share on Google Plus