RESENHA - ARTISTAS DOS OSSOS.

Artistas dos Ossos é mais um emocionante episódio da série Asylum. Oliver é um adolescente que tenta economizar dinheiro para ingressar na faculdade e deixar para trás a loja de antiguidades de sua família. Mas para garantir seu sonho ele começa a trabalhar para uma organização sinistra, que se denomina "Artistas de Ossos".

AS DUAS FACES DA MESMA TRAGÉDIA

DESGRAÇA PARA ALGUNS,

SORTE PARA OUTROS. 





Autora: Madeleine Roux
Editora: V&R
Páginas: 112
Ano de Publicação: 2016

SINOPSE: Oliver tem um sonho. Quer economizar dinheiro para garantir sua ida á faculdade, deixando para trás sua cidade natal e a loja de antiguidades de sua família. E se para garantir esse sonho ele topasse realizar um trabalho nada convencional? Eis que um misterioso grupo denominado Artistas dos Ossos contrata Oliver e seu melhor amigo, Micah, para colherem alguns materiais em sepulturas. Como dinheiro é dinheiro, eles aceitam a missão, pensando em ser algo momentâneo. Mas Oliver logo descobre que os Artistas dos Ossos não são muito amáveis com quem pensa em desistir cedo da mórbida empreitada. E há algumas dividas que não podem ser pagas.Com uma narrativa ágil e repleta de cenas aterrorizantes, Artistas dos Ossos é mais um episódio da série Asylum, em que a desgraça de uns pode ser a sorte de outros. 

Estas eram as regras estabelecidas desde o inicio:
  • Primeira, o Artista deveria escolher um Objeto importante para o falecido. 
  • Segunda, o Artista não deveria sentir culpa nem remorso pela apropriação.  
  • Terceira, e mais importante, o Objeto não teria nenhum poder até entrar em contato com o sangue. E, quanto mais inocente fosse o sangue, mais poderoso o resultado. 
A primeira impressão que eu tive sobre esse livro foi ''Meu Deus, que coisa linda!'' e isso se confirmou quando eu fui folheando as páginas. Por ser um livro extra a editora nem precisaria se preocupar tanto com o acabamento do livro, mas eles se preocuparam e o resultado ficou excelente, a capa é algo lindo, a separação de capítulos é um show a parte, eu amo quando um livro vem com detalhes a mais além do texto e o acabamento desse livro me trouxe isso.
Sobre a historia, por não ter lido AINDA a série Asylum eu fiquei meio receoso ao pegar o livro para ler porque eu achei que não ia entender nada da historia  só que me surpreendi, começa com um prólogo que já tira nossa respiração. Oliver é um personagem que está buscando seu futuro, uma boa faculdade no Texas, um emprego melhor, uma vida melhor, ele namora Sabrina e seu melhor amigo se chama Micah, tudo começa quando os dois ao precisarem de dinheiro se metem com uma organização denominada ''Artistas dos Ossos''. Depois do Prólogo vem o aviso que a historia se passa quatro dias antes. O livro no começo é muito divertido, tirando o fato de que Oliver tem que contar para o pai dele que passou na faculdade e se constrói uma novela mexicana em cima disso.
Tudo é flores até que eles vão cumprir sua missão de invadir sepulturas e roubar ossos para essa organização que parece ser comandada por Briony, uma personagem que desde a primeira aparição você já sente ódio mortal por ela, depois de executarem o trabalho eles deveriam ter que levar até ela em um dos esconderijos, pegar a grana e sair desse ramo. Bom, esse era o plano, mas parece que a danada  da Briony não quer largar os meninos de jeito nenhum e para sair dessa enrascada vai ser mais difícil do que parece.
Eis que o livro começa a tomar um clima sombrio e alguns acontecimentos deixa o leitor sofrendo, Oliver tem que lidar com Briony, com o fato do melhor amigo gostar da irmã de sua namorada e com o pai que ele pensa que não vai aceitar a mudança dele para um estado novo e uma faculdade nova.
O que é tudo muito irônico porque parece que seus problemas ao mesmo tempo que vão aumentando, parece que estão sendo resolvidos, Micah com certeza era meu personagem favorito desde o segundo capitulo, mas quando chegou no ultimo eu queria dar um soco na cara dele. Esse livro me deixou sem reação e querendo absurdamente uma continuação.

Para terminar o livro vem com o exclusivo primeiro capitulo de Catacomb, o terceiro volume da saga Asylum, que será lançado em breve pela editora V&R.

Resenha por: Alan Nascimento.






Share on Google Plus