Crítica: The Space Between Us.

Uma história emocionante de como dar valor aos detalhes mais simples da vida. 



E se sairmos expressando nossos desejos mais íntimos para os que gostamos, todos seríamos felizes ou algo assim


Direção: Peter Chelsom

A aventura interplanetária `O Espaço Entre Nós´ conta a história de Gardner Elliot (Asa Butterfield), um menino curioso e altamente inteligente, nascido e criado em Marte. Sua mãe descobriu a gravidez após decolar no ônibus espacial que carregava a missão de colonizar o planeta vermelho, e morreu por complicações no parto sem nunca ter revelado o nome do pai. Convivendo com apenas 14 pessoas nos primeiros 16 anos de vida, o jovem astronauta recebeu uma educação restrita e pouco convencional, que alimentou uma enorme vontade de conhecer o seu pai biológico. Mas com a ajuda de Tulsa (Britt Robertson), uma garota do Colorado, USA, que se torna uma grande amiga virtual, Gardner consegue criar forças para descobrir a qual lugar do universo pertence. Quando finalmente tem a chance de viajar para a Terra e conhecer sobre tudo o que leu enquanto esteve no espaço, Gardner descobre que seus órgãos não resistem à atmosfera do planeta. Ansioso para encontrar seu pai, o garoto escapa da equipe de cientistas que o cuidaram desde o nascimento e junto com Tulsa embarca em uma inesquecível corrida contra o tempo. 






The Space Between Us é um filme original Netflix, lançado no dia 30/03/2017, conta com um elenco de nomes conhecidos e uma arte fotográfica surpreendente para um filme com um orçamento tão baixo, apesar de pecar no roteiro, o filme nos dá de presente várias frases maravilhosas, além de metáforas que só podem ser entendidas com muita atenção, a química do casal principal protagonizado por Asa e Britt é incrível, fato esse que prende o espectador ao filme e que se pode levar muitos a lagrimas, além de tudo isso o filme nos mostra uma trilha sonora impecável comandada por Andrew Lockington com nomes como o cantor James Bay e até uma canção cantada por Britt ao piano. O filme conta como dar valor aos pequenos detalhes da vida, nos mostra que estamos dificultando cada vez mais nossa comunicação e que não há lugar melhor no mundo que a sua casa. 

Share on Google Plus

0 comentários: