Resenha: Piratas do Caribe - A Vingança de Salazar

O quinto filme da série do Piratas do Caribe já está em cartaz nos cinemas.



O filme começa com o marujo Henry, filho de Will Turner - amaldiçoado junto com sua tripulação do Holandês Voador a pisar em terra firme apenas a cada dez anos - estudando formas de quebrar a maldição do pai e voltar a ter uma vida com a família. Para isso, ele precisa encontrar Sparrow, o incrível pirata capaz de ajudá-lo nessa missão. Mas Henry não é o único atrás do Jack.
A obra apresenta um novo vilão, Capitão Armando Salazar, unido aos seus fantasmas para se vingar do Capitão Jack, após o pirata aprisiona-los no Triângulo do Diabo. 
Sparrow - sempre com uma garrafa na mão - acaba trocando a bússola que mantinha Salazar preso por bebida, liberando os fantasmas que saíram com sede de vingança. 
A única chance de Jack derrotar novamente o grupo de fantasmas é achando o tridente de Poseidon, que permite ao seu dono o poder dos sete mares.
Com a ajuda da astrônoma Carina Smyth - que passou a vida estudando o livro que ganhou do pai - e do marujo Henry, eles percorrem os mares em busca do poderoso artefato.


Confira o trailer abaixo:


Entre traições, ameaças e alianças, quem vencerá essa guerra? 
Share on Google Plus

Sobre o autor: Pamela g.