Review: Game Of Thrones - Dragonstone (7x01)

Game Of Thrones surpreende em seu retorno, sétima temporada promete ser a melhor da série.  


O drama de fantasia épica constrói uma base sólida para a temporada deixando o espectador com aquele famoso gostinho de quero mais. 

Se você ainda não está acompanhando a sétima temporada, não leia. Pois a noite é escura e cheia de spoilers.

Game of Thrones finalmente está de volta, e depois de 13 meses, finalmente retornamos à terra das batalhas e disputas pelo poder.  

O inverno chegou, os mortos estão marchando nos reinos dos vivos, e a Rainha dos dragões está retornando para reivindicar seu direito ao trono desde seu nascimento. 

Já começamos com uma cena de arregalar os olhos. A cena pré-crédito da estréia de domingo foi decisiva, chocante e satisfatória. Uma cena realmente digna para abrir uma temporada. Da confusão inicial - isso é um flashback? - para a lenta e gloriosa constatação de que este é o enredo de Arya para acabar com dezenas de seus inimigos de uma só vez,  assumindo a identidade de Walder Frey - que sabemos que está morto desde a temporada passada - a garota usa essa vantagem ao seu favor, ela dá um recado para seus inimigos: O NORTE SE LEMBRA. E completa para que seja avisado a todos que “O inverno chegou para os Freys!”. 

Se deixar um lobo vivo, as ovelhas nunca estarão seguras.

Logo na cena seguinte, depois da abertura, somos arrebatados para outro choque de realidade, Bran Stark consegue ver um exercito de mortos - incluindo gigantes - caminhando em direção aos vivos, Meera e Bran finalmente chegam a muralha, e em um teste rápido Bran consegue garantir passagem para ele e sua companheira de jornada. Então eles entram na até então Muralha intacta. 


A cena seguinte se passa no norte, onde agora Jon e seus aliados discutem quais serão seus próximos passos, já que eles terão que se preparar para a guerra que se aproxima, Jon perdoa casas traidoras e dá uma segunda chance para Ned Umber e Alys Karstark - A maioria dos governantes agora serão crianças? Me ajuda João das Neves! - Sansa é o grande destaque da cena, somos apresentados a uma nova sansa, fria, calculista e muito mais inteligente, até para a ameaça chamada Mindinho a loba já tem um plano. Enquanto Jon se preocupa com os inimigos que vem do Norte, Sansa não se distrai e o alerta sobre o perigo que os inimigos do Sul podem causar. Jon diz para a garota que do modo como ela fala, até parece que ela idolatra Cersei. O grande destaque também é a nossa pequena-grande rainha Lady Lyanna Mormont que nos presenteia com a frase "Eu não vou ficar tricotando enquanto homens lutam por mim". Jon revela que todas as pessoas, devem aprender a se proteger, pois esse será o momento de suas vidas. O fim se aproxima. 



A cena seguinte é preocupante, pois mostra Cersei andando de um lado para o outro, pensando em seus inimigos, quando Jaime entra, os dois começam a pensar em como manter tudo que já conquistaram, Cersei está ciente dos perigos que rondam sua coroa e está preparada para todos eles, entretanto seu irmão percebe que os Lannisters estão vulneráveis. E não será tão fácil assim vencer seus inimigos dessa vez. Euron Greyjoy chega com uma proposta para a rainha - casamento, de novo? - e ousa até a zombar de Jaime, a mão da rainha? Tudo bem, deixando o humor um pouco de lado, percebemos que Euron fará de tudo para se aliar a Cersei, talvez isso envolva muito mais que uma frota. 

Já na cidadela não está sendo nada fácil para Sam - que tem agora uma vida de estagiário - entre limpezas, ânsia de vomito e muito trabalho árduo, Sam descobre que há um lugar cheio de vidro de dragão e precisa avisar a Jon Snow. 



 E finalmente a melhor surpresa da noite, uma voz maravilhosa começa a cantar e logo percebemos que o dono dessa voz incrível é nada mais nada menos que o cantor Ed Sheeran! Em uma cena de aliviar a alma somos presenteados com a revelação dos planos de Arya Stark: Eu vou matar a rainha. 
Em uma cena confusa Sandor Clegane que está acompanhado da Irmandade Sem Bandeiras entra na mesma cabana que esteve com Arya na quarta temporada e a alertou que no inverno aquelas pessoas estariam mortas, dito e feito. Mas o confuso dessa cena foi o fato do Cão ver nas chamas os Outros. 



E depois de sete longas temporadas, finalmente Daenerys Targaryen, Filha da Tormenta, a Não Queimada, Mãe de Dragões, Rainha de Mereen, Rainha dos Ândalos e dos Primeiros Homens, Quebradora de Correntes, Senhora dos Sete Reinos, Khaleesi dos Dothraki, a Primeira de Seu Nome, chega a Westeros. Em uma cena emocionante para relembrar o passado Daenerys começa o planejamento para conquistar tudo aquilo que é seu por direito. 


Share on Google Plus

0 comentários: