Crítica: Pantera Negra


“Another broken white boy for me to fix!” - Shuri



Direção: Ryan Coogler
Roteiro: Joe Robert Cole, Ryan Coogler
Gênero: Ação, Aventura
Ano: 2018

"Após a morte do rei T'Chaka (John Kani), o príncipe T'Challa (Chadwick Boseman) retorna a Wakanda para a cerimônia de coroação. Nela são reunidas as cinco tribos que compõem o reino, sendo que uma delas, os Jabari, não apoia o atual governo. T'Challa logo recebe o apoio de Okoye (Danai Gurira), a chefe da guarda de Wakanda, da irmã Shuri (Laetitia Wright), que coordena a área tecnológica do reino, e também de Nakia (Lupita Nyong'o), a grande paixão do atual Pantera Negra, que não quer se tornar rainha. Juntos, eles estão à procura de Ulysses Klaue (Andy Serkis), que roubou de Wakanda um punhado de vibranium, alguns anos atrás."



  Com uma ambientação de primeira e grandes atores, Pantera Negra promete e cumpre ser um dos melhores filmes do atual Universo Marvel para o Cinema. Pantera apresenta um roteiro simples e funcional baseado na clássica Jornada do Herói.
  O longa se diferencia do convencional apresentando um conceito diferente do clássico bom e mal feito nos cinemas, com um vilão que é facilmente ligado ao publico já que vemos o crescimento e os motivos do personagem durante o filme. Pantera Negra representa muito bem as HQs contando parte da história de Wakanda com facilidade e rapidez deixando o filme fluido e bem explicado.
  Com a trilha sonora feita por Ludwig Göransson e tendo participação de Kendrick Lamar com músicas exclusivas, a cada faixa da trilha conduz o ambiente da cena durante os filmes dando o necessário para aflorar a emoção certa para os momentos.
  Dotado de uma pesquisa profunda sobre tribos africanas e sobre a cultura africana em geral, o filme cria o clima perfeito e te insere completamente dentro da cultura com as roupagens inspiradas em diversas tribos e com uma fotografia impecável. O longa tem um incrível empoderamento feminino com personagens como as Dora Milaje, o exército pessoal do rei, e Shuri, a jovem princesa que lidera todo o desenvolvimento tecnológico de Wakanda.
  Pantera Negra tem grande investimentos em computação gráfica sendo um dos filmes visualmente bem feito. O filme é uma ótima maneira de se iniciar a nova fase do Universo Marvel e é incrível de assistir valendo totalmente o ingresso.
Share on Google Plus

Sobre o autor: Ana Flávia Defavari, nascida em 1999, de Santa Bárbara d'Oeste, estudante de Cinema e Audiovisual e aspirante a Fotógrafa.

0 comentários: