Resenha: Querido Elliot.

Até que a morte nos separe. E foi o que ela fez. 




Livro: Querido Elliot e outros contos. 
Autora: Julya Zanetti Leão
Páginas: 63
Publicação Independente 
Gênero: Contos
Ano: 2018

O primeiro livro físico da escritora Julya Zanetti Leão traz cinco contos independentes e surpreeendentes, que passam pela dor, o amor, o medo, a loucura e a inocência de uma criança.

"Se eu lesse 8987 vezes, em 9808 delas, me apaixonaria.
Na verdade, eu li 8987 vezes e me apaixonei em todas elas."

— Maria Freitas, autora de As razões de Cris​

Confesso que me apaixonei pelo livro desde que vi a capa preta. Fiquei desejando tê-lo em minhas mãos desde o dia que Julya postou que ele havia chegado da gráfica. E quando ela me entregou o livro consegui ver em seu olhar o quanto aquilo era importante para ela. E agora para mim.

Querido Elliot é o tipo de livro de cabeceira, que você pode ler em qualquer momento da sua vida e reler incansáveis vezes.

A obra tem apenas 63 páginas e mesmo assim consegue ser profundo. Apresentando cinco contos, cada um com sua particularidade desperta no leitor sentimentos diversos.

O conto Querido Elliot que dá nome ao livro é dividido em quatro partes e acredite, você vai chorar em todas elas. Assim como no conto Eu também, onde é impossível não se emocionar. Os contos Aqueles olhos e Judas são perturbadores, sou do tipo de pessoa que odeia tudo que envolve terror, horror e afins, porém como leitor devo admitir que Julya abriu portas que eu fechei com sete chaves.

E a homenagem que Julya fez para uma de suas amigas, a Thais Herculano, fecha com chave de ouro o que eu chamo de obra de arte.

Além disso o livro conta com a diagramação perfeita da Maria Freitas que enche os olhos de qualquer leitor. Como se não fosse o bastante a autora de As razões de Cris surpreende com o prefácio e o epilogo, que assim como os primeiros contos arrancam as lágrimas de qualquer um.

Nota: 5/5.

Para conhecer mais sobre a autora, acesse: http://julyazanetti.com 
Share on Google Plus

0 comentários: